Make your own free website on Tripod.com

Mozart

Compositor austríaco cujo nome completo era Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791). Seu nome de batismo era Johannes Chrisostomus Wolfgang Theophilus Mozart; posteriormente havia trocado o prenome Theophilus para Amadeus. Representa, com Haydn, o ponto culminante da música no século XVIII; com Bach e Beethoven, a mais pura expressão do gênio musical. Exemplo notável de precodidade criativa, aos 3 anos de idade recebia lições de piano, ministradas pelo pai; aos 4 fez sua primeira composição; aos 7 tocava órgão, cravo e violino. Apresentou-se ao público pela primeira vez aos 6 anos, na universidade de Salzburgo. Mozart escreveu mais de 600 composições. Entre suas óperas merecem referência A Flauta Mágica, Miltríades, La Finta Giardiniera, Zaída, inacabada, Idomeneu, o Rapto do Serralho, As Bodas de Fígaro, Don Giovani, Cosi Fan Trutte, A Clemência do Tito, etc. A música religiosa guarda bem as preciosidades das 15 missas, Te-Deums, 9 Ofertórios, De Profundis, Cantatas, 7 sonatas para órgão e o inimitável Requiem (compôs a Missa Requiem minado pela tuberculose e em circunstâncias misteriosas: a visita de um misterioso personagem, que mais tarde foi identificado como o mordomo do Conde Walsegg, que o incubiu de compor uma missa de Requiem. Já muio doente, trabalhava nesta missa, quando sofreu um ataque de paralisia, vindo a morrer no dia seguinte, sem ter terminado o requiem). Morreu na mais extrema miséria e foi enterrado em vala comum. Referem seus biógrafos: "O seu enterro estava sendo acompanhado por poucos amigos, quando caiu violenta tempestade que os dispersou pouco antes de seu caixão ser enterrado na vala comum, do cemitério de St. Marx."