Make your own free website on Tripod.com

Henrique VIII




Em 1491, nascia em Greenwich, o segundo filho de Henrique VII e seu sucessor como rei da Inglaterra. Subindo ao trono em 1509, Henrique VIII desposou Catarina de Aragão, viúva de Artur, seu irmão mais velho. Durante os 38 anos de seu reinado, exerceu importante papel na política européia, tornando a Inglaterra uma das maiores potências navais da época e separando da Igreja Católica Romana e Igreja da Inglaterra.

Henrique VIII preocupava-se com a estabilidade dinástica dos Tudor, pois, de seus cinco filhos com Catarina, apenas Maria sobrevivera. Já enamorado de Ana Bolena (dama de honra da rainha), ele optou pelo divórcio em 1527, encarregando seu ministro, Wolsey, de obtê-lo junto ao papa Clemente VII. Mas este recusou seu pedido.

Inconformado com a decisão do papa, o soberano soube explorar o descontentamento geral em relação ao clero inglês, pressionando-o a reconhecê-lo como chefe supremo da Igreja na Inglaterra. Em 1533, o novo arcebispo da Cantuária invalidou seu casamento anterior e Ana Bolena foi coroada rainha. Excomungado pelo papa, Henrique VIII conseguiu passa dois atos pelo Parlamento, em 1534: o primeiro negava a autoridade papal na Inglaterra; o segundo — o Ato de Supremacia — declarava a Igreja da Inglaterra uma instituição separada, tendo no rei seu chefe supremo. Ana Bolena teve apenas uma filha (Elizabeth I) e a sucessão dinástica continuava sem herdeiro; sob acusação de adultério, Ana foi executada em 1536. Henrique VIII ainda casou mais quatro vezes. Durante o seu reinado foram submetidos o País de Gales (1536) e a Irlanda (1542). Henrique VIII morreu em Windsor, em 1547.